Blog   EPIs   30 de agosto de 2022

Conheça os modelos de capacete para trabalho em altura e quando utilizar!

Tempo de Leitura: 5 minutos

O capacete para trabalho em altura é um equipamento de proteção individual indispensável, que tem como principal objetivo promover a proteção da cabeça do trabalhador em caso de acidentes. Seja uma queda da altura ou até mesmo algo que caia em cima do profissional durante o trabalho.

No artigo de hoje, nós vamos te explicar qual é o capacete para trabalho em altura ideal, visando a máxima proteção durante o expediente. Além disso, você conhecerá também  quais são os profissionais que precisam utilizar o EPI em suas rotinas, e outras informações úteis para garantir a segurança de sua equipe. 

Confira a seguir mais informações sobre modelos e tipos de capacetes para trabalhar em altura com segurança. Se ficar com alguma dúvida, é só deixar o seu comentário, ou nos chamar no chat amarelinho do canto da tela.

Boa leitura!

Trabalho em altura é regido pela NR 35

A norma regulamentadora 35 (NR 35) é a responsável por regulamentar as atividades profissionais no trabalho em altura. Tem como objetivo viabilizar que exista a máxima segurança em relação aos processos executados em ambiente interno ou externo.

Afinal, a equipe precisa estar resguardada de acidentes em qualquer local de trabalho, usando os EPIs adequados para que possam trabalhar em segurança e conforto. O que, inclusive, colabora para a produtividade das equipes. 

Conhecendo a NR 35 torna-se muito mais fácil efetuar a compra de todos os EPIs necessários para garantir a segurança de seus profissionais. Inclusive, é nela que se determina o modelo ideal de capacete para trabalho em altura, de acordo com a função de seu profissional.

A verdade é que a escolha do EPI depende diretamente do PGR – o Programa de Gerenciamento de Riscos. É a partir deste projeto que os riscos dos ambientes e atividades serão previamente identificados e, assim, as medidas preventivas possam ser tomadas. 

Capacete com jugular: o modelo ideal para trabalho em altura

Quando o assunto é capacete para trabalho em altura, o modelo mais indicado é o que dispõe de jugular para que o EPI esteja bem preso na cabeça do usuário. Mas é claro que essa escolha irá depender dos demais riscos do ambiente. 

O capacete com jugular evita que seja necessário soltar as mãos para segurar o EPI durante o trabalho, ou então que ele caia da cabeça durante o trabalho em altura.

O acessório que prende o capacete é o que é conhecido como jugular, e possibilita o aumento da segurança no uso da peça durante o expediente. 

No entanto, existe diferença entre o capacete para trabalho em altura de um profissional que atua com eletricidade, por exemplo. Tendo em vista que, nesse caso é necessário ter uma proteção extra.

Além de conter a fixação de jugular com 3 pontos de fixação, o capacete para trabalho em altura de eletricista também deve proteger de eventuais choques elétricos. Portanto, nestes casos, além da jugular, o ideal será um modelo de classe B, que é indicado para atividades que envolvam rede elétrica.

Enquanto os capacetes de classe A não oferecem esse tipo de proteção e por isso, são modelos indicados para profissionais que desenvolvem outros tipos de atividades.

A utilização de jugular evita acidentes

É normal que um profissional usando capacete coloque as mãos no equipamento para ajustar a cabeça quando o modelo não está confortável.

Por isso mesmo, o modelo de capacete para trabalho em altura tem jugular de fixação. Possibilitando a fixação no queixo, para garantir que mesmo em caso de vento forte no trabalho em altura o profissional não precisará ajustar a peça.

Além disso, a fixação garante que durante o expediente em altura o capacete não caia da cabeça. Proporcionando total segurança para o colaborador durante todo o expediente.

A diferença entre os modelos com fixação jugular se dá principalmente em relação a classificação A ou B. No caso, o tipo B é destinado para proteção de choques e o tipo A para outras atividades que não envolvem a parte elétrica.

Outra diferenciação que pode haver dentro deste tipo de EPI é a aba. Mas isso é um assunto para o tópico seguinte.

Existem diferentes modelos de capacetes disponíveis no mercado

Além da questão de ter ou não jugular para promover a fixação do EPI na cabeça, ou se é de classe A ou B, também é importante se atentar ao tipo de capacete que deseja adquirir para sua equipe. 

Nesse sentido, podemos citar três tipos diferentes: 

  • Tipo I: Capacete de Segurança com aba total;
  • Tipo II: Aba frontal;
  • Tipo III: Sem aba.

O tipo de capacete escolhido está inteiramente associado ao cotidiano de trabalho do profissional. Possibilitando que o modelo e tipo atuem em conjunto para oferecer a máxima proteção do profissional.

Afinal, um capacete com aba total possibilita proteção da cabeça, ombros e parte do rosto. Enquanto o modelo sem aba protege apenas a cabeça.

Portanto, é natural que seja necessário escolher o modelo adequado de acordo com a atividade executada. Viabilizando a máxima proteção para sua equipe, sempre considerando o que cada profissional executa em seu dia a dia.

O bom uso possibilita maior eficiência do capacete para trabalho em altura

O capacete ideal para trabalho em altura é aquele que está em perfeitas condições para ser usado em caso de acidente, visando a máxima proteção da cabeça do profissional.

Por isso mesmo, é importante ter o cuidado de escolher um material resistente e durável e orientar sua equipe em relação ao uso, visando que os profissionais adotem como cuidado:

  • Jamais utilizar o capacete como apoio ou cesta para transportar itens pessoais;
  • Higienizar o capacete adequadamente e guardar em local apropriado, longe dos efeitos de intempéries climáticas como a ação do sol forte sobre a peça;
  • Informar aos responsáveis sobre eventuais danos para substituição imediata da peça.

É fundamental manter a qualidade do capacete para garantir que a peça tenha total eficiência em caso de acidente, protegendo o profissional em caso de queda ou outro tipo de acidente.

Cabe à empresa não só fornecer o melhor EPI aos profissionais, como também, fiscalizar o uso. De modo que, a equipe esteja sempre bem protegida para garantir que eventuais acidentes não sejam fatais.

Em especial quando o capacete para trabalho em altura é usado por eletricista, que pode sofrer uma descarga elétrica em qualquer momento do trabalho. Ocasionando a necessidade de estar constantemente protegido com EPIs de alta qualidade.

No caso de defeito do EPI usado é fundamental sinalizar a empresa para efetuar a troca o quanto antes.

Capacete para trabalho em altura é na Prometal EPIs

A Prometal EPIs oferece todos os itens de proteção necessários para sua equipe atuar com a máxima eficiência e segurança em seu cotidiano de trabalho.

Seja qual for o modelo de capacete de segurança, a Prometal EPIs tem a opção necessária para atender sua demanda.

Possibilitando que sua equipe esteja resguardada de eventuais acidentes, garantindo total eficiência da proteção por contar com o modelo e tipo de capacete ideal para a função executada.

No caso de dúvidas sobre qual modelo de capacete escolher, a equipe da Prometal EPIs é treinada e experiente para esclarecer os pontos que estão gerando insegurança na compra.

Garantindo uma assessoria de qualidade, que possibilita eficiência na sua aquisição de modelos ideais para toda a sua equipe.

Seja qual for a função que cada profissional executa, é fundamental escolher o modelo correto de equipamento de proteção para promover a máxima eficiência na proteção individual. E a Prometal EPIs tem tudo que a sua equipe necessita para se proteger e ter um cotidiano de trabalho mais saudável.

Registre-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments


    Faça parte da nossa rede de contatos

    Estamos sempre em busca de novidades sobre equipamentos de segurança. Cadastre-se para recebê-las em seu e-mail.