Blog   EPIs   03 de fevereiro de 2022

Óculos é EPI? Veja as funcionalidades do óculos de proteção!

Tempo de Leitura: 6 minutos
Óculos é EPI

Sabemos que o capacete de segurança e as luvas descartáveis, por exemplo, são considerados Equipamentos de Proteção Individual. Mas e o óculos é EPI? Existe uma grande variedade de óculos de segurança e por isso essa questão é tão importante.

A diferença entre um produto ser considerado EPI ou não é fundamental tanto para empregadores quanto para trabalhadores. O motivo é que a dúvida envolve as Normas Regulamentadoras, direitos e deveres de ambas as partes.

Por este motivo, essa questão é importante para a Segurança do Trabalho como um todo em uma empresa. Em caso de não cumprimento das Normas, a empresa pode ser autuada em multas e processos judiciais, sem contar a insegurança a que os trabalhadores estarão expostos. 

Dessa forma, se você tem dúvidas sobre se o óculos é EPI, quais os principais modelos disponíveis, para que servem, onde comprá-los e muito mais, fique de olho neste artigo! Aqui iremos explicar a você tudo que precisa saber sobre os óculos de proteção!

Tenha uma ótima leitura!

O que é um Óculos de Proteção?

O Óculos de Proteção é um equipamento que serve para proteger os olhos do trabalhador contra diversos tipos de risco que o assolam no ambiente de trabalho. No caso da região ocular, os riscos podem ser biológicos, físicos e químicos.

Por este motivo, há uma série de modelos diferentes e com características bem específicas que os tornam exclusivamente eficientes para um determinado tipo de risco ou outro. Assim, é muito importante conhecer os variados modelos existentes e para que servem.

Isso porque havendo riscos no ambiente de trabalho, haverá a necessidade de atenuar o impacto dos mesmos sobre os trabalhadores. Dessa forma, são empregados os equipamentos de segurança, dentre outras medidas de controle de risco.

Os óculos têm as hastes geralmente fabricadas em policarbonato, plástico ou borracha, a depender do produto. As lentes podem ser compostas por um plástico à prova de quebras ou também por policarbonato, que oferece proteção também contra faíscas, muito utilizado no trabalho que envolve solda.

Quanto à tonalidade das lentes, este é um ponto muito interessante já que existem no mínimo 9 tons diferentes e cada um deles também possui suas recomendações. Veja logo abaixo.

Cores de Lentes para os Óculos de Segurança

Existem no mínimo 9 cores diferentes para as lentes dos óculos de segurança e, para cada uma delas, também pode haver diferença de tons – do mais escuro ao mais claro. Veja abaixo quais são as principais tonalidades:

  • Cinza: muito utilizada pelos trabalhadores de serviços a céu aberto. Protegem contra altas luminosidades e também contra os raios solares.
  • Amarelo: aprimoram a visão do trabalhador em dias nublados, ambientes de pouca luz ou com pouca visibilidade por conta de neblinas, por exemplo.
  • Verde: possuem diversos níveis de tonalidade. É recomendada para luminosidade de nível médio, ou quando o tom é mais escuro, pode ser utilizada até mesmo na área de solda. Esta lente geralmente filtra os raios UV e IR em cerca de 99%.
  • Laranja: muito parecido com os de lentes amarelas. A principal diferença, é que pelo laranja ser mais escuro, este modelo pode ser utilizado em dias ensolarados ou com iluminação mais intensa.
  • Incolor: não possuem proteção contra a luminosidade, mas sim, contra partículas volantes e etc. São muito utilizados por farmacêuticos, químicos, médicos, dentistas, motociclistas, entre outros.
  • Azul e Rosa: são geralmente utilizadas para o descanso do usuário. Isso porque são cores que trazem relaxamento, ao mesmo tempo que podem ser utilizadas tanto em dias ensolarados quanto em atividades com iluminação moderada.
  • INOUT: lentes IN-OUT possuem um efeito espelhado. Recomendadas para ambientes internos, mas de maneira intermitente. Garante que ao se deslocar de ambiente com diferentes luminosidades, o colaborador não terá sua visão afetada.
  • Marrom: similar às lentes cinza pois servem para ambientes ou atividades com excesso de luminosidade.

É preciso respeitar as recomendações de uso de cada uma das cores a fim de preservar a saúde e segurança física dos trabalhadores. Somente desta forma o equipamento terá o desempenho desejado.

E afinal, o Óculos é EPI?

Sim! O óculos de proteção é considerado EPI! E para que você entenda o porquê, vamos buscar compreender os motivos pelos quais um produto comum passa a ser considerado Equipamento de Proteção de Individual, utilizando como base a NR 6.

Segundo a norma regulamentadora dos EPIs, para que um produto seja considerado dessa forma, ele precisa completar uma lista de três requisitos. São eles:

  1. Oferecer proteção de maneira individual ao usuário;
  2. Estar presente na lista de equipamentos do Anexo I da NR 6;
  3. Possuir Certificado de Aprovação.

O Óculos de Proteção atende a essas três exigências e, portanto, pode ser considerado EPI. Dessa forma, torna-se obrigatório durante as atividades laborais onde foram encontrados riscos para a região dos olhos. 

O fornecimento deve ser feito pelo empregador de maneira gratuita, enquanto os trabalhadores têm o dever de cuidar do equipamento e fazer uso com responsabilidade. 

Para que serve o óculos de proteção?

O Óculos de Proteção serve unicamente para proteger os olhos dos trabalhadores contra diversos tipos de risco. Desde micróbios, bactérias e vírus, até partículas volantes que podem atingir a região dos olhos do trabalhador.

O intuito é evitar acidentes de trabalho e doenças ocupacionais e, por este motivo, o uso é obrigatório durante toda e qualquer atividade que houver este risco. Há também os óculos de sobrepor, estes são feitos para proteger o óculos de grau do trabalhador contra partículas volantes. 

Esta é a definição geral da serventia dos óculos de proteção. No entanto, é claro que podemos ir além, pois cada óculos serve para proteger contra riscos específicos, bem como mostramos a você no tópico da tonalidade das lentes. 

Onde comprar óculos de proteção?

Você pode encontrar EPIs para comprar em diversos tipos de lojas mas, podemos dividi-las em duas opções: lojas especializadas (como loja de EPIs ou lojas de artigos médicos) e lojas de departamentos (como supermercados, ferragens, farmácia, etc).

No entanto, a nossa recomendação sempre será em lojas especializadas e nós vamos explicar o porquê. O local onde você adquire seus produtos é a sua única fonte de acesso a marcas que podem ser de boa ou má qualidade. Por este motivo, quanto mais marcas o estabelecimento puder oferecer, maiores as suas chances de encontrar a melhor.

Lojas de departamentos geralmente oferecem uma variedade menor de cada produto, já que são muitos outros itens a se disponibilizar. Agora, lojas especializadas geralmente possuem mais variedades de marcas, englobando frequentemente aquelas que são consideradas as melhores. Ou melhor dizendo, aquelas top de linha.

Além disso, uma loja de EPIs também poderá oferecer melhores condições de negociação e pagamento, já que poderá ter parcerias com as marcas que acabam por trazer benefícios aos compradores. Por isso, não se esqueça de levar isso em consideração no momento da compra! 

Qual é o melhor óculos de proteção?

O melhor óculos de proteção é aquele que foi escolhido seguindo à risca os requisitos do programa de gerenciamento de riscos (PPRA ou PGR). Um equipamento mal escolhido pode ser a mesma coisa do que nada, porque não vai oferecer a proteção necessária.

Cada ambiente de trabalho possui riscos específicos que deverão ser previamente identificados e analisados a fim de serem eliminados ou atenuados. Essa segunda parte se dá através das medidas de controle de risco como os EPIs e os óculos de proteção.

Então não existe melhor equipamento mas, sim, o melhor para aquela situação. Este sim, é único e deve ser seguido à risca para que o trabalhador esteja mesmo protegido.

Óculos de proteção hospitalar (óculos de proteção para covid)

Segundo um documento de orientação da Organização Mundial da Saúde, o recomendado é que profissionais da área da saúde utilizem óculos de ampla visão com vedação (goggles), e que sejam preferencialmente utilizados em conjunto com o face shield.

Dessa forma, a ANVISA determinou que tanto os óculos de proteção como o protetor facial devam cobrir tanto a frente quanto as laterais do rosto. Isso sempre que houver o risco de respingos de aerossóis, sangue, secreções corporais e excreções de pacientes contaminados. 

Portanto, nestes casos, os óculos utilizados são aqueles que oferecem vedação total ou parcial, além do face shield (também chamado de protetor facial). Os óculos são com lentes incolores e podem oferecer proteção contra radiações também. 

Hoje em dia, podemos separar os óculos de proteção hospitalar em três categorias:

  • Óculos de proteção Incolor comum sem vedação
  • Óculos de proteção Incolor com vedação parcial
  • Óculos de ampla visão Incolor com vedação completa
  • E os Óculos de Sobrepor

Os óculos de sobrepor são indicados para o trabalhador que possui óculos de grau. É possível mandar fazer um EPI com a graduação, no entanto, muitas pessoas preferem utilizar o seu óculos de grau próprio e o óculos de sobrepor por cima.

Registre-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments


    Faça parte da nossa rede de contatos

    Estamos sempre em busca de novidades sobre equipamentos de segurança. Cadastre-se para recebê-las em seu e-mail.