Blog   EPIs   20 de julho de 2020

Óculos de Proteção Hospitalar: Conheça os modelos!

Tempo de Leitura: 4 minutos
Óculos de Proteção Hospitalar

O Óculos de Proteção Hospitalar é um importante EPI para a proteção dos profissionais da área da saúde em atividades específicas. Os riscos do ambiente de trabalho deverão ser previamente avaliados e identificados através do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais

Havendo a identificação de determinados grupos de risco, que ofereçam perigo aos olhos dos trabalhadores, o EPI deverá ser utilizado obrigatoriamente. Dessa forma, passa a ser de fornecimento obrigatório pelo empregador e de utilização obrigatória pelo colaborador.

No entanto, como todo tipo de EPI, não existe apenas um modelo de Óculos de Proteção Hospitalar. Por este motivo, é fundamental que você conheça as opções que vai encontrar no mercado para que possa fazer uma escolha com segurança e sabedoria.

Aqui na Prometal EPIs você encontra os melhores modelos de óculos de proteção, além de um atendimento de qualidade para orientar você caso necessário. Mas agora, perguntamos: você conhece os diferentes tipos de óculos de segurança ou mesmo a importância deste EPI?

Gostamos de dizer que a proteção anda de mãos dadas com a informação e, por isso, no artigo de hoje mostraremos não só os Óculos de Proteção Hospitalar como também os diferentes tipos de Óculos de Segurança, como identificar a necessidade deste EPI, quais os outros equipamentos para profissionais da saúde e muito mais.

Boa leitura! 

Óculos de Segurança – O que você precisa saber 

Os Óculos de Segurança são Equipamentos de Proteção Individual fabricados especificamente para a Proteção Ocular. É um produto fundamental nas mais variadas atividades profissionais e, por isso, é um dos EPIs mais utilizados em todo o mundo. 

Isso porque os olhos são uma das partes do corpo mais sensíveis e essenciais para o nosso dia a dia. Portanto, a proteção ocular é imprescindível. Sejam os Óculos para Proteção Hospitalar, seja para uso comercial ou industrial, são diversas as áreas em que são obrigatórios. 

Obviamente, esta não é a única maneira de oferecer segurança aos olhos do trabalhador contra todo tipo de acidente. No entanto, os EPIs configuram a última das Medidas de Controle de Risco a serem tomadas. Ou seja, a utilização deste equipamento torna-se a última estratégia para a proteção do trabalhador.

As hastes dos óculos poderão ser fabricadas em:

  • polietileno;
  • plástico; 
  • borracha;
  • neoprene;
  • nylon; ou, ainda
  • uma composição de alguns dos materiais acima.

As lentes geralmente são fabricadas em policarbonato, por ser um material resistente, leve e que oferece menos riscos. 

No Brasil ainda não existe uma norma específica para a Proteção Visual. Dessa forma, fica à cargo da Fundacentro realizar todos os testes para as certificações de segurança dos equipamentos. A entidade utiliza como base os critérios técnicos de uma Norma Americana (AN), a ANSI Z87. 

Dentre os testes realizados, estão os que preveem a resistência contra: 

  • Impactos;
  • Perfurações;
  • Quebra;
  • Inflamabilidade; e 
  • Transmitância de luz. 

Outro ponto importante: Tonalidade das Lentes

Como você viu, existem diversos tipos de óculos de proteção, sendo que mais um diferencial seria a tonalidade das lentes. Se o dispositivo foi produzido para atenuar a passagem de luz intensa, por exemplo, a lente tende a ser mais escura.

Porém, nem sempre segue este padrão. Os Óculos de Proteção Hospitalar também deverão ter uma tonalidade de lente específica. Mas antes de vermos isso, vamos passar rapidamente por cada uma das tonalidades? 

Tonalidades mais comuns:

  • Cinza: muito utilizado por trabalhadores em serviços a céu aberto. Isso porque são ótimos para a proteção de altas luminosidades, protegendo, também, contra os raios solares. 
  • Amarelo: as lentes amarelas são ótimas para dias nublados ou com pouca visibilidade por conta de neblinas, por exemplo. Também são utilizadas em ambientes com deficiência de luminosidade já que aumentam a acuidade visual. 
  • Verde: as lentes verdes possuem diversos níveis de tonalidade e, por isso, possuem diversas utilidades, a depender da intensidade do tom.
  • Laranja: muito parecido com os de lentes amarelas, tendo como principal diferença  que este modelo pode ser utilizado em dias ensolarados, com iluminação mais intensa, já que é mais escuro que o amarelo.
  • Azul e Rosa: geralmente utilizadas para o descanso, uso em dias ensolarados ou atividades com iluminação moderada. 
  • IN-OUT: efeito espelhado, muito recomendado para os trabalhadores que atuam em ambientes internos, mas de maneira intermitente. Dessa forma, garante que ao se deslocar de ambiente com diferentes luminosidades, o colaborador não terá sua visão afetada. 
  • Marrom: muito similar às lentes cinza pois, servem para ambientes ou atividades com excesso de luminosidade. 
  • Incolor: os Óculos de Proteção Hospitalar se encaixam nesta tonalidade de lentes! Não possuem proteção contra a luminosidade mas sim, contra partículas volantes e respingos.

Como você viu, os Óculos de Proteção Hospitalar deverão ter as lentes incolores. Bem, vamos entender um pouco melhor sobre eles abaixo! 

Óculos de Proteção Hospitalar: quais são os apropriados? 

A verdade é que o Óculos de Proteção Hospitalar deve proteger o trabalhador contra riscos biológicos, respingos e contaminação por partículas volantes. Ou seja, alguma secreção que possa saltar no profissional durante um processo cirúrgico, por exemplo.

Dessa forma, qualquer óculos de proteção pode ser utilizado por profissionais da saúde, desde que possua as lentes incolores e ofereça uma proteção adequada contra respingos e partículas volantes. 

Assim, os setores que mais utilizam esse tipo de óculos são:

  • Hospitais e Prontos-Socorros;
  • Consultórios Médicos;
  • Consultórios Odontológicos;
  • Indústria Farmacêutica;
  • Área da Saúde do geral;. 

Demais EPIs para Profissionais da Saúde 

Além dos Óculos de Proteção Hospitalar, existem outros Equipamentos de Proteção Individual importantes para os profissionais da saúde. São eles: 

  • Luva: EPI básico para proteção contra riscos biológicos e químicos, sendo os tipos mais resistentes adequados para manipulação de produtos mais contaminantes.
  • Touca: protege de forma dupla, tanto contra partículas que possam contaminar os profissionais quanto da queda de cabelos ou outros componentes em materiais do trabalho.
  • Avental: também chamado como ‘capote’, é um EPI muito usado em centro cirúrgico e ajuda na barreira contra substâncias e deve ser sempre descartável.
  • Sapatos fechados: o empregador deve fornecer a opção de um EPI para profissionais de enfermagem que atenda a NR-32, a qual impede uso de sapatos abertos.
  • Máscaras: junto com a luva, funcionam como a combinação básica de EPI para enfermeiros, combatendo acidentes de risco biológico e a contaminação respiratória.

Óculos de Proteção Hospitalar? É na Prometal EPIs!

Aqui na Prometal EPIs você encontra todos os tipos de óculos de segurança, inclusive o óculos de proteção hospitalar.

Veja as nossas opções!

Além de contar com o melhor custo-benefício do mercado, nós também oferecemos as marcas mais qualificadas e um atendimento especializado.

Quer mais o quê? Com a Prometal EPIs você tem um verdadeiro parceiro para atuar junto com você em favor da Segurança do Trabalho na sua empresa.

Continue sua leitura com 15 Dicas para Economizar na Compra do EPI

Registre-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments


    Faça parte da nossa rede de contatos

    Estamos sempre em busca de novidades sobre equipamentos de segurança. Cadastre-se para recebê-las em seu e-mail.