Blog   EPIs   13 de outubro de 2021

EPIs para a Pecuária: conheça quais são eles

Tempo de Leitura: 4 minutos

Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) são importantes em todos os tipos de atividades ou profissão. No Brasil, como tem muita extensão de terra, a atividade da pecuária predomina em boa parte do território brasileiro.

Por isso, neste artigo iremos abordar sobre os EPIs na Pecuária, ou seja, iremos discorrer sobre a importância desses itens e trazer mais sobre alguns equipamentos mais usados nesse âmbito. 

Então, se você é do ramo da pecuária, este assunto, com certeza, vai te interessar. Então, continue conosco para a leitura deste artigo! 

NR 31 – conheça a norma que regulamenta essa área

Sempre que uma norma de Segurança e Saúde do Trabalhador é criada, é necessário que os empreendedores e trabalhadores tomem ciência para averiguar se estão agindo de encontro com a legislação. 

No caso da NR 31, ela especifica que “se aplica a qualquer atividade da agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e aquicultura, verificadas as formas de relações de trabalho e emprego e local das atividades”.

Essa norma foi editada em março de 2005 e traz como sendo dever do empregador fornecer os equipamentos devidos, sendo que esses itens devem ter o Certificado de Aprovação do Ministério do Trabalho. 

Segundo essa norma, é dever do empregador fornecer, treinar, exigir o uso, manter os EPIs limpos, seguros e dentro do prazo de validade. Isso para uma maior proteção ao trabalhador.

Por que a segurança na pecuária é importante?

São alguns motivos para se adotar o uso dos EPIs, e o principal deles é a segurança do próprio trabalhador. 

Além disso, a ausência dos mesmos pode ocasionar multas pesadas, atividades produtivas suspensas, estresse nos trabalhadores, maior passivo devido a indenizações, dependendo do tipo de acidente ocorrido.

Dessa forma, quer dizer que a segurança e a saúde na pecuária devem ser encaradas como atividades estratégicas para o empregador, o qual deve incluir isso em seu planejamento e gestão.

E ao ter uma preocupação e medidas de segurança adequadas, você garante respeito às normas trabalhistas, têm melhores condições de trabalho e um trabalhador mais engajado nas suas atividades.

Por isso, o uso correto dos EPIs, a cada dia, contribui para um melhor desempenho da atividade rural.

Os principais riscos inerentes à saúde do trabalhador da pecuária

Segundo informações do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho e o anuário da Previdência Social, no Brasil, acontecem cerca de 34 mil acidentes por ano no setor agropecuário.

E, cada acidente representa perdas humanas, o que é mais importante, e a perda de lucro e da produtividade da fazenda.

Dentre os principais riscos em uma fazenda, estão:

  • Físicos:, radiação solar, de um furo na pele etc;
  • Biológicos: provocados pela presença ou trato com os animais, ação respiratória etc;
  • Mecânicos: provocado pelo uso inadequado de máquinas, coices, cabeçadas e mordidas do gado etc;
  • Ergonômicos: ambiente inseguro, atividades repetitivas, condições de estresse, etc;
  • Químicos: devido ao uso de remédios no gado ou em alguma área rural, por isso é preciso proteger a boca, nariz e olhos. E/ou manuseio com pesticidas e outros produtos químicos para trato do pasto ou plantações.

Atividades inerentes à pecuária

Na pecuária, os trabalhadores têm contato direto e constante com animais, os quais, por vezes, podem oferecer risco ao trabalhador que lida com o gado. Desde a construção de cercas, a lida com o gado, a lida com a tiragem do leite, a marcação do gado, dentre outras atividades.

Tudo isso exige toda uma proteção ao trabalhador. Segundo Antônio Avancini da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo, cabe ao empregador fornecer os EPIs adequados, conscientizar sobre o uso e oferecer o treinamento adequado.

Inclusive, há também muitos acidentes ocorridos com o coice e, para evitar esse tipo de situação, deve ser feito um treinamento com os trabalhadores, além de, é claro, oferecer o equipamento de proteção individual.

E de acordo com a NR 6, o empregador é responsável por fornecer os EPIs ao trabalhador gratuitamente, sem cobrar a mais por isso..

Portanto, a prevenção é primordial para a integridade física do trabalhador, e assim, o empregador evita problemas maiores.

Veja uma lista dos principais EPIs para a pecuária

De acordo com o Ministério da Economia, o uso dos EPIs é uma obrigação nas propriedades rurais do território brasileiro e na pecuária, claro, tem seus requisitos.

Dentre os equipamentos mais usados, temos:

Bota de segurança

As botas de segurança devem ser feitas com material apropriado como o PVC, uma vez que as botas ou botinas de couro podem absorver algum produto químico e algumas substâncias que são inadequadas para a saúde do trabalhador. Pode possuir bico de aço ou composite. 

Luva de Segurança

As Luvas de segurança devem ser fabricadas em material adequado para oferecer às mãos, a proteção apropriada. Elas devem ser usadas todo o tempo em que certos produtos forem manuseados, ou também naquelas que exigem esforço manual.

Respirador

O respirador é usado no rosto dependendo do tipo de atividade que será exercida. Em tempo de muita poeira, como o trabalhador tem a lida no campo, ela protege contra e partículas nocivas para a saúde que são inaladas sem querer.

Óculos de segurança

A NR 31 também estabelece o uso dos óculos de segurança, os quais vão variar em relação às suas características de proteção. Os óculos deverão proteger contra:

  1. Impactos de partículas;
  2. Poeira;
  3. Líquidos tóxicos;
  4. Pólen.

Vestimenta adequada para Pecuária

Avental

O uso do avental é importante até mesmo na hora da aplicação de um medicamento no gado ou para outras condições.

Ele pode ser usado na frente ou por trás no corpo do trabalhador, depende do tipo de atividade.

Roupas diversas

O conforto térmico e a devida segurança são fatores muito considerados na hora de fabricar um EPI. As roupas e vestimentas podem ter tecido impermeável e característica hidro repelente. E em alguns casos, elas podem ter proteção mais segura para as áreas de pernas e braços.

Chapéu de palha ou Boné com pala

Para atividades ao sol, o chapéu de palha ou o boné com pala/protetor de nuca apropriado também são requeridos. A ideia é proteger o trabalhador da incidência de raios solares que possam prejudicar sua saúde posteriormente.

Agora, você já conhece a importância e os principais equipamentos de proteção individual para uma maior segurança do trabalhador da pecuária.

Aqui na Prometal EPIs, você empregador tem acesso aos melhores equipamentos para a pecuária e com as melhores marcas do mercado para uma maior proteção do trabalhador!

Acesse nosso contato para mais informações.

Registre-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments


    Faça parte da nossa rede de contatos

    Estamos sempre em busca de novidades sobre equipamentos de segurança. Cadastre-se para recebê-las em seu e-mail.