Blog   Segurança do Trabalho   05 de junho de 2019

Cinta Ergonômica – o que é e quando utilizar?

Tempo de Leitura: 4 minutos

cinta ergonômica

A Cinta Ergonômica é fundamental para proteger uma das partes mais importantes do corpo do trabalhador: sua coluna. Sem ela, o profissional ficará exposto a todos os riscos que envolvem essa região, podendo resultar em acidentes, desgastes ou lesões.

Segundo uma pesquisa realizada pela Organização Mundial de Saúde, dores nas costas é um dos problemas mais comuns entre os brasileiros. Afetando, nada mais nada menos, do que 80% da população em qualquer período da vida.

Se você deseja proporcionar uma Segurança do Trabalho adequada para seus funcionários, deve conhecer a Cinta Ergonômica e os principais momentos em que ela deve ser utilizada.

Por isso, confira o artigo de hoje e descubra os verdadeiros potenciais deste equipamento!

O que é a Cinta Ergonômica?

A Cinta Ergonômica, conhecida também como Cinta Lombar ou Cinta Lombar Ergonômica, é um importante produto ergonômico para a coluna do trabalhador. Como o nome já diz, funciona como um cinto de proteção que deve ser utilizado na região da lombar.

Esta região é muito importante para o nosso organismo pois, além de dar sustentação para a nossa coluna inteira, serve como proteção para a mesma. Basta ficarmos de pé para a região lombar ser acionada.

Nos momentos em que o trabalhador levanta peso, por exemplo, a coluna vertebral sofre uma forte pressão que é minimizada pela sustentação muscular. Com o tempo e sem a proteção adequada, essa pressão pode resultar em lesões corporais que podem impossibilitar o trabalhador de continuar realizando seu trabalho.

Por este motivo, a Cinta Ergonômica é fundamental em determinadas atividades. Pois protege a coluna e o grupo muscular da região dos fortes impactos que podem causar lesões leves ou graves.

Além disso, a Cinta também proporciona estabilidade, corrige a postura do trabalhador e pode ser utilizada até mesmo quando o profissional está sentado. Pode não parecer, mas trabalhar o dia inteiro sentado na mesma posição também oferece risco à nossa coluna.

E são nestes casos que a Cinta Ergonômica deve ser utilizada.

Em quais atividades deve-se utilizar a Cinta Ergonômica?

Por ser um equipamento extremamente versátil, a Cinta Ergonômica deve ser utilizada nas mais variadas atividades. O que deverá ser levado em consideração é a presença ou ausência do risco a qual o produto está disposto a proteger.

Assim sendo, a Cinta Ergonômica é muito utilizada na área da construção civil; em almoxarifados; indústrias; estoquistas e transportadores de mercadorias… Mas não é só para os casos que envolvem levantamento de cargas pesadas.

A Cinta Ergonômica também deve ser utilizada para proteger a coluna daquele trabalhador que passa muito tempo sentado, por exemplo. Assim sendo, podemos ver o uso deste equipamento por funcionários de telemarketing, motoristas, operadores de máquinas e etc.

Além da área profissional, este produto também é utilizado durante a prática de alguns esportes que também oferecem pressão à região lombar. Como por exemplo, para os atletas de musculação que fazem levantamento de peso ou agachamentos.

A verdade é que a Cinta Ergonômica é feita para oferecer uma sustentação extra para os músculos da lombar e do abdômen. Por isso, deve ser utilizada em todos os casos que houver uma sobrecarga nesta região da nossa musculatura.

Na dúvida, é sempre indicado sua utilização pois trata-se de um equipamento confortável que não altera a capacidade produtiva do trabalhador.

A Cinta Ergonômica é considerada EPI?

Se você acompanha o nosso blog e redes sociais há algum tempo, sabe que para ser considerado um Equipamento de Proteção Individual, é importante que o equipamento possua o Certificado de Aprovação (CA) emitido pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Assim sendo, a Cinta Ergonômica NÃO É considerada um EPI pois não possui este certificado. Então você pode estar se perguntando: se não é considerado EPI, então não é dever da empresa fornecer o equipamento?

Bem, para isso vamos dar uma olhadinha rápida na legislação.

Segundo a lei 8213 – art. 19, inciso 1º, é dever da empresa adotar todas as medidas responsáveis pela segurança do trabalhador. Veja no trecho abaixo:

lei 8213 – art. 19, inciso 1º: § 1º A empresa é responsável pela adoção e uso das medidas coletivas e individuais de proteção e segurança da saúde do trabalhador.

Ou seja, mesmo não sendo considerado Equipamento de Proteção Individual, fornecer a Cinta Ergonômica é um dever do empregador. Afinal de contas, ela também é uma medida individual de segurança, como você pôde ver acima.

Como escolher a melhor Cinta Ergonômica?

Por ser um equipamento muito simples, você irá encontrar a Cinta Ergonômica das mais variadas marcas, mas serão compostas pelo mesmo formato básico:

  1. Uma base resistente e forte, onde oferecerá sustentação à região lombar;
  2. Faixas laterais ajustáveis, que fortalecerão essa parte do corpo, proporcionando também o endireitamento da postura;
  3. Suspensório também ajustável, que auxiliará na posição de trabalho, mantendo um alinhamento correto na coluna vertebral.

Após verificar estes três itens indispensáveis para uma Cinta Ergonômica eficiente, você poderá observar outros itens como o material de fabricação, a marca e alguns extras.

O material de fabricação é importante principalmente para duas coisas: 1) proporcionar conforto para o usuário (não pode ser um tecido muito rígido, por exemplo); e 2) oferecer durabilidade, que implica em economia para o comprador e segurança para o profissional.

Já a marca, esta é importante para que você possa confiar no produto que está levando. Por este motivo é muito importante que você garanta a sua Cinta Ergonômica de um fornecedor que seja da sua confiança.

Segurança do Trabalho é assunto sério

E é um dever que passa de mão em mão: desde o empregador até o funcionário. Cada um deve fazer a sua parte para que a saúde e a segurança de todos os trabalhadores sejam preservados.

Com Segurança do Trabalho, todo mundo só tem a ganhar. E você, pode contar sempre com a Prometal EPIs para ser o seu grande parceiro!

Esperamos que você tenha gostado da leitura! Continue no nosso blog com o artigo Higienização do EPI: dicas de como fazer.

PS.: Nós temos um presente! Baixe gratuitamente a nossa Ficha de EPIs e prepare-se para revolucionar a sua gestão de equipamentos de segurança!

 

Registre-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments


    Faça parte da nossa rede de contatos

    Estamos sempre em busca de novidades sobre equipamentos de segurança. Cadastre-se para recebê-las em seu e-mail.