Blog   EPIs   20 de setembro de 2023

Botinas para Eletricista: Conheça os modelos, CA e como escolher a ideal!

Tempo de Leitura: 6 minutos
Botinas para Eletricista

As botinas para eletricista são de extrema importância para o cuidado com a segurança do profissional, visando evitar acidentes em relação ao choque elétrico, entre outros.

São fundamentais para proteger os pés em casos de acidentes, proporcionando isolamento para que o eletricista não sofra uma descarga elétrica.

No entanto, botinas para eletricista devem seguir algumas especificações importantes, para que possam ser eficientes na proteção do profissional.

Cada profissional demanda um tipo de EPI e é muito importante que o comprador saiba todas as normas para escolher o modelo ideal.

As botinas são de extrema importância para a segurança em caso de descarga elétrica e nós iremos explicar mais detalhes sobre isso a seguir!

Modelos de botinas para eletricista

Existem diferentes modelos de botinas para eletricista disponíveis no mercado, cada modelo visa oferecer a segurança necessária para um cenário de trabalho específico.

O modelo mais apropriado para a rotina de um eletricista é a utilização de um calçado que seja especial para o uso contra o risco elétrico. Pode ser botina, tênis, coturnos e até mesmo sapatos de segurança. 

O calçado precisa ser resistente a objetos perfurocortantes, temperaturas elevadas, presença de produtos químicos e agentes abrasivos.

Além de ser um material que seja capaz de isolar o pé do profissional em casos de choques elétricos, possibilitando também um solado antiderrapante. Uma vez que, essa característica protegerá o profissional de quedas em caso de piso molhado ou etc.

Escolher a botina de seu profissional considerando as necessidades de quem atua como eletricista, faz toda a diferença para que o conforto possibilite o uso do EPI.

Além disso, garante que a sua equipe esteja sempre resguardada e possa ter o melhor desempenho de acordo com as demandas existentes. Por isso, elencamos várias dicas práticas para a sua compra de botinas para eletricista.

O que é Certificado de Aprovação (CA)?

O Certificado de Aprovação é uma segurança para o calçado e para o comprador, comprovando que ele é apropriado para o uso do eletricista.

O ideal é que o profissional responsável pela compra de equipamento de segurança e botinas para eletricista conheça as normas e possa efetuar a compra de um EPI mais adequado para a função que o profissional em questão desempenha.

Tendo em vista que, as normas mais recentes visam justamente ajustes necessários para que seja possível oferecer a máxima segurança para o profissional.

Atualmente, a norma válida é a ABNT NBR 16.603:2017, portanto, os calçados que foram submetidos à avaliação da norma e obtiveram a aprovação do CA, podem ser comprados. Uma vez que, são calçados com a máxima eficiência de acordo com as novas regras vigentes para esse tipo de EPI.

A verdade é que a botina para eletricista até pode ser utilizada com CA vencido, mas não poderá ser comercializada. Isso porque essa certificação é para assegurar que o produto recebeu todos os testes para comprovar sua eficiência e por isso pode ir para o mercado.

Portanto, vale a pena consultar o CA no momento da compra para evitar esse tipo de equívoco, com o objetivo de resguardar a todos em sua equipe. Evitando, assim, que existam danos que poderiam ter sido evitados na rotina de trabalho se o profissional estivesse bem protegido.

Aqui na Prometal EPIs, todos os EPIs que você encontra possuem Certificado de Aprovação dentro do prazo de validade. 

Especificações técnicas para guiar a compra de botinas para eletricista

É interessante conhecer algumas especificações técnicas para identificar qual é o modelo mais apropriado para sua equipe de eletricistas trabalhar diariamente.

Dessa forma, possibilita a aquisição de botinas adequadas, gerando conforto e total segurança para que seus profissionais possam trabalhar diariamente.

Veja nossas dicas:

1. Composição

A botina precisa ser confeccionada em couro, com coloração preta, marrom, nobuck, entre outros. 

O acabamento não deve ter falhas, com o objetivo de que a peça sirva como um isolante em caso de choque. A costura da lingueta muitas vezes impede a passagem de água para o interior da bota, mesmo em caso de chuva forte.

No entanto, caso a peça esteja molhada por dentro, o isolamento não irá funcionar e a tendência é que o profissional seja eletrocutado.

2. Certificado CA

Como já dissemos, para que sejam comercializadas, as botinas para eletricista precisam de certificado de aprovação (CA), que contenha data, lote e identificação detalhada do fabricante.

Todas essas informações são estampadas na parte interior da língua em alto relevo, ou então na região do solado, calcanhar, a depender da marca. De modo que a autenticidade e qualidade da peça possam ser verificados pelo profissional que adquiriu os equipamentos de proteção.

3. Palmilha

As palmilhas das botinas para eletricista precisam receber tratamento antifúngico e antibacteriano, ser em tecido de fibra curta e absorvente.

A palmilha em questão precisa de, no mínimo, 2 milímetros de espessura com o tratamento antibacteriano. Dessa forma, mesmo o profissional que transpira muito nos pés terá um local seco e apropriado para o uso durante todo o expediente.

4. Biqueira

As botinas para eletricista precisam contar com biqueira plástica, que tenha resistência mecânica e sem ressalto interno.

É muito comum o erro de comprar uma botina que tenha bico de aço, isso minimiza intensamente a proteção do profissional. Apesar de que, acredite ou não, hoje em dia já existem botinas com biqueira de açoque possuem a proteção para Uso Eletricista.

No entanto, o ferro é um condutor de energia, sendo teoricamente não recomendado para o uso no calçado de um eletricista. Afinal, se o profissional receber alguma descarga elétrica durante a rotina de trabalho, ao invés de estar protegido por seu calçado, estará exposto ao risco elevado de choque.

5. Solado

O solado isolante e antiderrapante em poliuretano é importante para que o profissional não escorregue caso o chão esteja molhado.

A altura do calçado pode ser de até 15 mm com ângulo mínimo de 95° e ângulo máximo de 115° que é o ângulo formado entre o salto da bota e sua parte mais baixa da sola.

Escolher corretamente o calçado com o ângulo adequado, permite que o profissional tenha conforto na pisada todos os dias.

Possibilitando uma rotina de trabalho livre de dores no corpo e inconvenientes causados por um calçado inadequado.  

Avalie o custo benefício para escolher o modelo ideal

Um aspecto muito importante, é que o comprador de EPI de uma empresa precisa sempre ter atenção em relação ao custo benefício.

É importante que as botinas para eletricista sejam confeccionadas de acordo com as normas vigentes, bem como, tenham a máxima qualidade.

Uma vez que, é um equipamento de proteção que visa oferecer isolamento em caso de descarga elétrica. Evitando que o profissional tome um choque ao chegar em seu local de trabalho, por exemplo.

Todas as especificações das botinas são pensadas justamente para a máxima proteção, até por isso que as normas em relação a este EPI foram atualizadas.

Com o objetivo de aumentar ainda mais a proteção que o profissional tem em relação ao seu ambiente de trabalho, evitando que o profissional sofra uma descarga elétrica e possa vir a óbito durante o expediente.

Por ser uma questão muito séria, é sempre importante analisar o custo benefício de cada EPI, não se atendo somente ao objetivo de baratear as compras.

Aqui na loja nós garantimos sempre o melhor custo benefício do mercado. 

Forneça EPIs confortáveis para sua equipe

É fundamental que sua equipe tenha equipamentos de proteção individual que tenham a máxima qualidade e proporcionem conforto para o profissional.

O objetivo é que sua equipe de eletricistas tenha calçados no tamanho adequado, proporcionando segurança durante todo o expediente. Uma vez que, o calçado em tamanho equivocado causa desconforto e dificulta a mobilidade na rotina de trabalho.

Por isso mesmo, é um equívoco que não pode ser cometido pelo comprador de EPI. Que precisa oferecer ao eletricista as botinas adequadas e todos os demais EPIs necessários para evitar o risco de um choque elétrico ser fatal.

Os profissionais precisam receber EPIs em boas condições, comprados especificamente para as funções que executam.

De modo que, possa ter uma rotina de trabalho com o máximo conforto e consiga ter um bom rendimento, utilizando todos os itens de proteção.

Quando os profissionais recebem EPIs ruins, que não se adaptam à sua rotina de trabalho, é natural que a equipe tenha dificuldades em relação ao uso dos equipamentos.

Portanto, é preciso não só conscientizar da necessidade de usar o equipamento de proteção corretamente, como também fornecer EPIs de qualidade.

Com o objetivo que o conjunto de fatores contribua para a proteção de toda a equipe e isso seja um aspecto importante para que o seu colaborador esteja sempre protegido.

Afinal, o eletricista precisa utilizar uma série de EPIs e isso acaba dificultando a locomoção e os movimentos mais finos quando o equipamento não é adequado para a função. Agora que já sabe quais são as especificações das botinas, será mais fácil acertar na compra.

Registre-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments


    Faça parte da nossa rede de contatos

    Estamos sempre em busca de novidades sobre equipamentos de segurança. Cadastre-se para recebê-las em seu e-mail.