Blog   EPIs   08 de janeiro de 2018

Colete salva-vidas: Como escolher o correto?

Tempo de Leitura: 5 minutos
Colete salva-vidas

Quem nunca ouviu falar em coletes salva-vidas? No lazer ou nas atividades profissionais marítimas, ele está sempre lá, pronto para ser utilizado em casos de emergência e garantir a nossa segurança na água. Mas, você sabe qual é o colete ideal para cada atividade?

O colete salva-vidas é um equipamento de salvatagem que permite a uma pessoa manter-se flutuando na água. Ele deve ser utilizado numa situação de emergência ou para proporcionar segurança numa atividade aquática. O número de coletes deverá ser igual ao número total de pessoas a bordo, assim como deve estar em um local de fácil acesso e claramente indicado.

O que é Salvatagem?

Se dermos uma olhada no dicionário, Salvatagem é como é chamado um conjunto de técnicas a serem postas em prática para que um resgate e/ou manutenção da vida após um desastre seja feito. 

No intuito de prevenir que as situações de risco não sejam agravadas dentro da embarcação em perigo, diversas medidas são tomadas antes mesmo do começo da navegação, priorizando a Segurança de todos aqueles que estejam à bordo. 

Para o bem da verdade, a proteção de todos inicia dentro da empresa, quando os profissionais de Salvatagem deverão buscar todo o conhecimento quanto à NR 37 e a segurança em plataformas de petróleo. 

Sem contar no curso específico de Salvatagem, que é obrigatório tanto para todos os profissionais que não tiverem registro aquaviário, mas que ainda trabalhem à bordo de plataformas; quanto para os colaboradores que permanecem por ao menos 72h embarcados. 

Para entendermos melhor sobre o Colete Salva-vidas, vamos primeiramente observar os demais equipamentos de salvatagem, chegando até o nosso assunto principal em breve. 

Equipamentos de Salvatagem

Cada um dos equipamentos de Salvatagem possui o objetivo de resgatar as vidas após um desastre marítimo. Eles foram definidos através de duas importantes documentações muito conhecidas pelo pessoal da área. 

São elas: “International Convention for the Safety of Life at Sea”, de 1974, SOLAS, capítulo 3; e as Normas da Autoridade Marítima para Embarcações Empregadas na Navegação em Mar Aberto, NORMAM 01/DPC, capítulo 4.

Desta forma, a lista dos Equipamentos utilizados nestes fins segue a seguinte sequência de separação: 

  1. Equipamentos de Comunicação;
  2. Embarcações Salva-vidas; e 
  3. Equipamentos Individuais de Salvatagem (onde entra o Colete Salva-Vidas)..

Dentro de cada um deles existe uma relação de subtítulos com cada tipo de equipamento necessário, que nós veremos com mais afinco logo abaixo.

A começar, então, pelos Equipamentos de Comunicação. 

Equipamentos de Comunicação

De acordo com as documentações vigentes, toda e qualquer embarcação deverá ser capaz de cumprir determinados requisitos funcionais obrigatórios durante toda sua viagem. 

Estes requisitos, segundo a legislação, são os seguintes: 

  • Transmitir avisos de socorro do navio para terra por pelo menos dois meios separados e independentes, usando em cada um deles um serviço diferente de radiocomunicação;
  • Receber avisos de socorro de terra para bordo;
  • Transmitir e receber avisos de socorro de embarcação para embarcação;
  • Transmitir e receber comunicações de coordenação de busca e salvamento;
  • Transmitir e receber comunicações do local do incidente marítimo;
  • Transmitir e receber informações sobre segurança marítima;
  • Transmitir e receber radiocomunicações em geral de e para sistemas ou redes rádio baseadas em terra;
  • Transmitir e receber comunicações de passadiço a passadiço;
  • Transmitir e receber sinais destinados à localização através da instalação radar.

Além disso, também deverá dispor, obrigatoriamente, de cada um dos equipamentos de telecomunicação da lista abaixo: 

  • Rádio VHF capaz de transmitir e receber;
  • Instalação de rádio capaz de manter vigilância para sinais no canal 70;
  • Um radar transponder capaz de operar na banda de 9GHz;
  • Um receptor capaz de receber chamadas pelo sistema internacional NAVTEX;
  • Sistema de rádio capaz de receber informações de segurança marítima pelo sistema INMARSART (Organização Internacional de Satélite Marítimo);
  • EPIRB (Emergency Positioning Indicator Radio Beacon);
  • Sistema de endereçamento público.

Todos esses equipamentos são fundamentais para a Salvatagem e, por isso, além de obrigatórios, são imprescindíveis. 

Embarcações Salva-Vidas

Embarcação Salva-Vidas é uma embarcação do tipo baleeira: possui proa e popa afiladas. Suporta até no máximo 150 passageiros e possui propulsão própria. Geralmente é arriada por turcos ou lançada através de queda livre. 

Nos casos de botes orgânicos de abandono ou mesmo botes de serviço/resgate, estes deverão poder ser lançados ao mar por 2 homens. No entanto, as embarcações que possuírem massa acima de 90kg deverão ser lançados por meio de dispositivo de lançamento.

Veja na figura abaixo, retirada do Anexo 4a da NORMAM, o número de embarcações de sobrevivência e salvatagem necessárias bem como suas capacidades.

Equipamentos de Uso Individual 

Depois das Embarcações Salva-Vida e dos Equipamentos de Comunicação, entram os Equipamentos Individuais de Salvatagem. São eles: 

  1. Colete Salva-Vidas;
  2. Roupas de Imersão e Meio de Proteção Térmica;
  3. Bóias Salva-Vidas;
  4. Artefatos Pirotécnicos;
  5. Aparelho Lança Retinido.

Como neste artigo estamos dando foco ao Colete Salva-Vidas, vamos nos aprofundar mais neste assunto logo abaixo.

O que define um Colete Salva-Vidas?

O Colete Salva-Vidas é um equipamento individual de salvamento que serve para proteger uma pessoa de um afogamento através da flutuação que proporciona. É geralmente fabricado em materiais rígidos ou, também, alguns modelos têm a possibilidade de serem inflados no momento necessário

Por serem indispensáveis para a proteção de todos que trabalham em embarcações, são de uso obrigatório, exigidos durante vistorias e homologados segundo normas de cada país. Em caso de descumprimento, a empresa responsável pela embarcação pode ser multado. 

Segundo a NORMAM – Normas da Autoridade Marítima -, os coletes salva-vidas para Salvatagem deverão ser guardados de modo a serem prontamente acessíveis. Por este motivo, sua localização dentro da embarcação deverá ser muito bem sinalizada, além de fácil acesso. 

Além disso, este item é dividido em 5 tipos, e cada um deles possui suas especificidades e recomendações específicas. Veja abaixo os diferentes tipos de Colete Salva-Vidas que existem hoje no mercado e são aceitos pelas legislações vigentes.

Os tipos de Coletes de Salva-Vidas

colete salva vidas classe II IV V

A escolha do equipamento depende do tipo de embarcação. De acordo com as Normas da Autoridade Marítima para Homologação de Material, NORMAM 05, a Marinha do Brasil reconhece cinco tipos de coletes salva-vidas, classificados de acordo com a forma e condições de uso:

Classe I: Colete para mar aberto. Navegação oceânica, águas brasileiras ou internacionais. Itens de segurança obrigatórios: Gola, refletivos, luz sinalizadora, alça para resgate (Lift-loop), cabo liga-náufrago e apito.

Classe II: Para navegação costeira. Utilizado para fazer um resgate rápido. Itens de segurança obrigatórios: Gola, refletivos e apito.

Classe III: Para embarcações de navegação interior em rios, lagos, beira mar e etc. Itens de segurança obrigatório: Gola e apito.

Classe IV: Para pessoas envolvidas em trabalhos realizados próximos à borda de embarcações ou outros dispositivos que corram risco de cair na água acidentalmente. Itens de segurança obrigatório: variam de acordo com a situação de trabalho ou lazer que o usuário será submetido. A Prometal EPIs possuí três modelos diferentes desta classe para você conferir

Classe V: Para atividades esportivas de alta velocidade como: jet-ski, banana-boat, esqui aquático, windsurf, parasail, pesca e pequenos veleiros. Cada atividade possui seu modelo apropriado.

É muito importante que você escolha o seu colete salva-vidas adequado, conforme seu peso e tamanho, permitindo a flutuabilidade estável. Verifique se todos os coletes estão em bom estado para que a segurança esteja garantida.

Registre-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments


    Faça parte da nossa rede de contatos

    Estamos sempre em busca de novidades sobre equipamentos de segurança. Cadastre-se para recebê-las em seu e-mail.