Blog   EPIs   13 de dezembro de 2021

A touca de soldador é considerada EPI?

Tempo de Leitura: 5 minutos
touca de soldador

A touca de soldador é um importante equipamento para todos os trabalhadores que atuam diretamente com equipamentos de Solda. Isso porque oferece proteção contra o calor e demais riscos que a profissão envolve.

Os Equipamentos de Proteção Individual estão aí justamente para proteger os trabalhadores contra os agentes de risco encontrados no ambiente de trabalho. Portanto, são obrigatórios e determinados pela NR 6 – a norma regulamentadora dos EPIs.

No entanto, resta a dúvida: será que a touca de soldador é considerada EPI? Esta questão é importante pois, se for considerada EPI, o empregador deverá seguir uma série de regulamentações para proporcionar este produto aos trabalhadores.

E se não for considerada EPI, será que o produto deixa de ser obrigatório? São questões como essas que iremos abordar neste artigo! Então se você tiver essa dúvida, continue conosco pois você vai gostar da leitura.

Acompanhe!

O que é a Soldagem e quais os Tipos?

Soldagem é o processo de unir metais através do derretimento dos mesmos, para que se fundam em uma peça única. Essa prática se dá através de uma fonte de energia que pode ser uma chama de gás, arco elétrico, laser ou ultra-som. 

Atualmente são muitos os tipos de solda que existem no ambiente de trabalho. Cada uma delas possui seus riscos e cuidados, pois são práticas que oferecem bastante perigo para os trabalhadores e, por isso, exigem uma atenção completa.

Vamos elencar aqui os 6 principais tipos de Soldagem. 

  • Soldagem Arco Manual;
  • TIG;
  • MIG;
  • Soldagem a Arco com Arame Tubular;
  • Utilizando Oxigás;
  • Soldagem com Eletrodo Revestido. 

Vamos ver mais sobre cada uma delas.

Soldagem com Arco Manual

Este é o modelo mais antigo dos processos de soldagem. É também conhecida como MMA ou SMAW. É o processo considerado mais popular entre os trabalhadores de indústrias ou até mesmo domiciliares. 

TIG

A Solda TIG é também conhecida como Gas Tungsten Welding. Este é considerado o método mais complicado, que requer mais habilidade, prática e experiência do trabalhador. Funciona com muitos tipos de metais, no entanto, é muito requisitada quando se trata de materiais diferenciados, como o titânio. 

MIG

Chamada de soldagem MIG ou soldagem Metal Inert Gas este modelo de soldagem é definido como semi automático. Geralmente utilizada em fábricas e indústrias automobilísticas. Talvez seja o tipo de solda mais rápido e simples de ser utilizado, podendo envolver aço, aço inoxidável e até mesmo o alumínio. 

Soldagem a Arco com Arame Tubular

Dentre a Soldagem Industrial, este método é conhecido por ser o mais rápido e mais comum de ser utilizado na indústria. É muito recomendado para soldagens em grande massa, como o que acontece em estaleiros, construção de navios, etc. 

Soldagem oxigás

Essa prática utiliza energia como combustível para produzir o calor que será responsável por derreter os materiais que serão trabalhados. Basicamente funciona assim: junta-se os dois metais com um terceiro metal chamado de enchimento, através de um maçarico. 

Dessa forma, o metal fundido e o metal de enchimento formarão um líquido que ao ser resfriado, se solidifica. É o modelo de solda utilizado em consertos, peças finas ou mesmo tubos de diâmetros pequenos. Pode ser utilizada com ferros fundidos, alumínio, aço galvanizado, latão, chumbo, entre outros. 

Soldagem com Eletrodo Revestido

Este é o tipo de solda mais comum quando o assunto é trabalho com o aço. O Eletrodo Revestido é responsável por fazer com que as substâncias dos metais sejam trituradas e misturadas, o que acaba unindo os metais através dessa terceira massa.

Em todos estes tipos de soldagem a touca de soldador deve ser utilizada.

Riscos da Soldagem

Toda atividade profissional envolve riscos, ainda mais se tratando de Soldagem. Por este motivo, os ambientes e atividades profissionais devem ser previamente analisados a fim de identificar cada um dos riscos no intuito de eliminá-los ou atenuá-los. 

Portanto, na atividade de soldagem, podemos dividir os riscos em dois grupos:

  • Riscos Físicos: raios ultravioletas e infravermelhos emitidos pelo arco da soldagem em altas temperaturas;
  • Riscos Químicos: composições sólidas / poeiras decorrentes do processo de soldagem que podem ser inalados pelo trabalhador, como níquel, ferro, manganês, chumbo, etc, além daqueles contaminantes no estado gasoso, como óxido de manganês, óxido de nitrogênio, fluoreto de hidrogênio, etc. 

Além disso, podemos citar os riscos do ambiente de trabalho, que não estão diretamente ligados com a prática da Soldagem, mas ainda assim incidem sobre estes trabalhadores:

  • Má postura;
  • Falta de Ventilação;
  • Ruído e vibrações;
  • Desconforto térmico;
  • Má iluminação;
  • Choques elétricos;
  • Queimaduras;
  • Queda de objetos;
  • Possibilidade de trabalho em espaço confinado.

Para cada um destes riscos, deverão ser aplicadas medidas de controle de riscos a fim de proteger o trabalhador dos mesmos. Essas medidas devem ser tomadas desde o próprio contaminante, a fim de eliminá-lo, ou mesmo no ambiente de trabalho e no trabalhador.

A touca para soldador entra nas medidas de controle a serem aplicadas no trabalhador, já que serve para proteger o mesmo individualmente. Vamos conhecer os EPIs para soldagem abaixo. 

EPIs para Soldagem

Os Equipamentos de Proteção Individual são determinados pela Norma Regulamentadora de número 06 e por isso são de uso obrigatório pelos trabalhadores. Quem deve fornecer os produtos é o empregador, que deve fazê-lo sem cobrar algo a mais por isso.

Para que seja considerado EPI, o produto precisa necessariamente ser de uso individual e oferecer proteção para o usuário, além de possuir Certificado de Aprovação e estar listado no Anexo 1 da NR 6

Assim, vemos que a lista dos equipamentos para soldador, contém:

  • Avental de Raspa
  • Máscara de Solda
  • Luva de Segurança
  • Proteção Auditiva: protetor auricular ou abafador de ruído
  • Óculos de Segurança
  • Perneiras
  • Respirador

A touca de soldador não se encontra nessa lista. Mesmo ela sendo um produto para uso individual e ofereça proteção ao usuário, ela não é considerada um EPI! E o motivo é muito simples: ela não possui Certificado de Aprovação emitido pelo Ministério da Economia. 

Agora, só porque não é considerada EPI a touca de soldador não é obrigatória? Nada disso! 

Mesmo sem ser considerado um EPI, a touca de soldador é sim obrigatória e deve ser fornecida pelo empregador a todos os trabalhadores envolvidos no processo de solda. Por quê? Vamos explicar logo a seguir.

Touca de Soldador: o que é? É obrigatório?

Tendo como principal objetivo proteger a cabeça e o pescoço do trabalhador contra o calor demasiado emitido pela atividade da soldagem, a touca de soldador é um equipamento muito importante e obrigatório para todos os trabalhadores da atividade. 

Isso acontece porque este tipo de trabalho acaba expondo o trabalhador a diversos riscos que oferecem perigo à sua saúde e segurança física. Como por exemplo, os riscos que citamos acima, ou ainda lesões nos olhos, perda auditiva, queimaduras, e muito mais. 

Mas se não é considerada EPI, porque a Touca de Soldador é obrigatória? 

O motivo é muito simples. De acordo com a lei 8213 – art. 19, inciso 1º, mesmo não sendo considerado um EPI, é dever da empresa adotar todas as medidas responsáveis pela segurança do trabalhador. Veja um trecho da lei logo abaixo:

Lei 8213 – art. 19, inciso 1º: § 1º A empresa é responsável pela adoção e uso das medidas coletivas e individuais de proteção e segurança da saúde do trabalhador.

E no incisos seguinte, esse ponto é afirmado: 

§ 2º Constitui contravenção penal, punível com multa, deixar a empresa de cumprir as normas de segurança e higiene do trabalho.

Dessa forma, fica claro que, mesmo sem ser considerado EPI, a touca de soldador é obrigatória e deve ser fornecida pelo empregador de maneira gratuita.

Registre-se
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments


    Faça parte da nossa rede de contatos

    Estamos sempre em busca de novidades sobre equipamentos de segurança. Cadastre-se para recebê-las em seu e-mail.